Home Economia Brasil Finanças Pessoais GASTA MENOS DO QUE GANHA, MAS NÃO SOBRA DINHEIRO? CONSULTOR DESVENDA POSSÍVEIS MOTIVOS

GASTA MENOS DO QUE GANHA, MAS NÃO SOBRA DINHEIRO? CONSULTOR DESVENDA POSSÍVEIS MOTIVOS

0

Você aperta daqui, segura dali, geralmente compra só o que precisa, não é de passar sufocos financeiros, mas quando chega no fim do mês, cadê o dinheiro que não sobra? Segundo o consultor financeiro pessoal Fábio Henrique, da Ponto de Equilíbrio Consultoria Financeira, “provavelmente você está errando nas contas, porque a matemática é simples e exata: 10 – 9, sobra 1.  Vamos abordar alguns aspectos do que pode estar acontecendo”.

 

Fazer contas de cabeça é um dos principais riscos para o controle de gastos, uma vez que você pode esquecer algumas coisinhas que tenha comprado. Foto: g-stockstudio/iStock

Fazer contas apenas de cabeça

Ganha um valor “X” e separa certinho as partes para pagar as contas do mês. “Até aí tudo bem, mas se não sobra nada, por algum lugar esse dinheiro foi embora, e, se você não colocou na ponta do lápis, as chances de esquecer são naturalmente máximas”, alerta Henrique.

Descuido com os pequenos gastos

Pouca gente sabe, mas é nas pequenas saídas, “um lanchinho ali, uma bijuteria aqui, que você acaba gastando a mais sem perceber e não liga muito, afinal, ‘foi baratinho’.  Mas no orçamento, acaba fazendo diferença, sim. Por isso, mais uma vez, é importante anotar tudo no papel ou no celular”, sugere o profissional.

Cheque seu extrato bancário, e se houver cobranças de despesas extras, não deixe de ligar para o banco e cancelá-las. Foto: gpointstudio/iStock

Deixar de olhar o extrato bancário com atenção

Às vezes, as despesas bancárias do seu extrato são itens dos quais você não lembra e não anota. “Claro, passam batido, como tarifa disso e daquilo, juros, limite de conta, etc. Você acaba não olhando para isso, ou arredondando em um valor final e é aí que a conta não fecha”, afirma o especialista.

Confundir-se com o seu real salário

Muitas vezes, as pessoas calculam seu orçamento em cima do salário bruto, “mas o ideal é fazê-lo a partir do líquido que é uma perspectiva muito mais real. Quer uma ideia? Planilhe tudo! É mais um recurso que vai te ajudar muito nesse controle”.

De acordo com o consultor, “analise tudo com muito cuidado e ache esse buraco, para saber se ele está na receita ou na despesa. Se não está sobrando, é porque você não está gastando menos, ou é mais ou é o mesmo que ganha. Quer mais uma dica? Existem vários aplicativos de celular que facilitam o lançamento desses custos em tempo real. Apostar neles pode ser de grande ajuda”.

Carregar outros posts relacionados

Check Also

Seis filmes que ensinam sobre finanças pessoais

Um casal afundado em dívidas que após perder toda a fortuna que ganhou em um prêmio de lot…