Home Economia Brasil Governo discute poder de veto na Eletrobras após privatização, diz ministro

Governo discute poder de veto na Eletrobras após privatização, diz ministro

0

Fernando Coelho Filho (Minas e Energia) defendeu que governo tenha ‘golden share’, ação que permite barrar decisões em uma empresa. Medida é questionada por reduzir interesse de investidor.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, afirmou nesta terça-feira (26) que o governo ainda discute se terá, após a privatização da Eletrobras, a chamada “golden share”, ação especial que dá direito, por exemplo, a vetos em decisões de uma empresa.

Coelho Filho afirmou que ele e o Ministério de Minas e Energia defendem a “golden share” devido à importância da Eletrobras e sensibilidade do tema. Em agosto, quando o governo aprovou a proposta de privatização, o ministro havia afirmado que a União contaria com a ação especial.

“Eu já falei, inclusive para o próprio presidente da República, da importância de se ter e a defesa do Ministério de Minas e Energia é que se possa ter essa ‘golden share’ para que o governo possa fazer valer as suas decisões e suas convicções”, disse o ministro, durante audiência na Comissão de Infraestrutura do Senado Federal.

Coelho Filho informou que a “golden share” é tema de discussão no grupo que trata da modelagem que será adotada para a privatização da Eletrobras, que conta com representantes dos ministérios da Fazenda e do Planejamento, por exemplo.

No início do mês, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, encaminhou ao Tribunal de Contas da União (TCU) uma consulta para saber como o governo pode se livrar das suas “golden share” em outras ex-estatais, entre elas a Embraer. O entendimento do ministro é que essas ações especiais são mal vistas pelo mercado e reduzem o valor das empresas.

Impacto no valor da empresa

O ministro admitiu, porém, que a manutenção pelo governo do direito a veto na Eletrobras reduz o valor da empresa. Para investidores privados, é mais interessante uma Eletrobras sem “golden share” porque não haveria risco de o governo bloquear um determinado negócio.

“Sem dúvida nenhuma, a depender do que você coloca na ‘golden share’, é evidente que reduz o valor da empresa”, afirmou.

Em agosto o governo anunciou que irá reduzir a sua participação na Eletrobras para menos de 50%. Hoje o governo tem mais de 60% das ações da empresa.

Aneel prevê aumento na conta de luz depois de privatização da Eletrobras
Aneel prevê aumento na conta de luz depois de privatização da Eletrobras

Carregar outros posts relacionados

Check Also

Seis filmes que ensinam sobre finanças pessoais

Um casal afundado em dívidas que após perder toda a fortuna que ganhou em um prêmio de lot…