Home Economia Brasil Empresas Netshoes reabre loja da shoestock no Dia da Mulher

Netshoes reabre loja da shoestock no Dia da Mulher

0

Marca foi comprada pela Netshoes em fevereiro de 2016 e será relançada com mais produtos, área de café, salão de beleza e venda de roupas

São Paulo – Quando a tradicional rede de calçados paulistana shoestock fechou as portas, em setembro de 2015, o avanço do varejo online foi apontado como uma das causas, além da crise econômica, bem agravada da época.

Cinco meses depois, a empresa foi comprada pela gigante do e-commerce Netshoes por um preço não divulgado e uma estratégia fácil de adivinhar: relançar a marca e ganhar também o mundo físico do varejo de calçados e acessórios.

Amanhã, 8 de março, Dia da Mulher, a loja mais tradicional da shoestock, em Moema, será reaberta sob direção da nova dona que, claro, também ofertará a experiência de compra online da marca.

Tanto o endereço virtual quanto o real herdarão o “DNA de foco no cliente da Netshoes”, como a empresa anuncia em seu release para a imprensa.

Além do portfólio renovado, a marca trará aos clientes a conveniência de escolha de usar o modelo de loja que mais lhe agrada. Poderão, por exemplo, comprar pela loja online e buscar na física, ou vice-versa, graças ao sistema integrado entre os dois negócios.

“A ideia desse novo projeto é manter a qualidade reconhecida da loja, mas, além disso, queremos trazê-la ao mercado de forma renovada, muito mais dinâmica”, disse Graciela Kumruian, COO do Grupo Netshoes, em comunicado.

Ao longo do ano, serão lançadas nove coleções para todos os públicos da marca, feminino, masculino e infantil.

Novo espaço antigo

O endereço de Moema, na Avenida Bem-te-vi, é o mais antigo da marca, criada em 1986.

O espaço conta com mil metros quadrados e ganhará uma área de café, salão de beleza e um box para venda de maquiagens, perfumes e produtos de beleza de diversas marcas, como L’Oreal, Kérastase e Givenchy.

Haverá ainda duas novidades: um serviço de customização de bolsas e calçados à disposição dos clientes que quiserem customizar o que usam e uma loja de moda da Zattini, marca online de moda do grupo – uma bela maneira de testar a venda de itens no mundo real.

Atualmente, a Netshoes emprega mais de 2.000 pessoas e recebe mais de 5 milhões de visitantes únicos por mês nos 20 e-commerces que opera na América Latina.

 

Carregar outros posts relacionados

Check Also

Currently High-School Essay Writing Support

When someone is searching for argumentative research papers issues, you have to remember t…