Home Economia Brasil Finanças Pessoais Seis filmes que ensinam sobre finanças pessoais

Seis filmes que ensinam sobre finanças pessoais

0

Um casal afundado em dívidas que após perder toda a fortuna que ganhou em um prêmio de loteria, tem a chance de mudar de vida ao receber uma herança milionária. Os planos, porém, vão por água abaixo em poucos dias depois de o marido perder tudo em um jogo de cassino em Los Angeles (Estados Unidos). Este é o enredo de “Até que a Sorte nos Separe 2”, uma trilogia brasileira lançada em 2013 e que está disponível no Netflix.

Apesar de se tratar de uma ficção e a possibilidade de alguém na vida real ganhar na loteria, perder tudo e em três anos ficar rico novamente ser muito remota, o filme traz lições importantes sobre educação financeira.

“É claro que tudo é muito caricato e que a chance de ficar rico não vai acontecer com todo mundo, mas a falta de controle financeiro é muito comum no dia a dia. Quanto mais se ganha, mais se gasta. E não é só o fato de se ganhar mais dinheiro que vai fazer com que você se organize financeiramente”, afirmou o planejador financeiro pessoal, Davi Augusto Rodrigues.

Ele explica que o descontrole na gestão das finanças e o consumo compulsivo podem ser apenas uma válvula de escape para mascarar problemas pessoais de outras ordens, como bem mostra o filme “Delírios de Consumo de Becky Bloom” ou o premiado ‘O Lobo de Wall Street’, inspirado na história real do corretor de ações norte-americano Jordan Belfort que fez fortuna no mercado de ações.

Ficção ou realidade, filmes, documentários e séries podem ser uma forma diferente – e mais descontraída – para se despertar para uma maior consciência financeira ou mesmo ajudar a entender um pouco mais sobre conceitos relacionados ao universo de investimentos. E o que fazer – ou não fazer – para obter êxito.

O mestre em Economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Ricardo Coimbra, explica queos jovens buscam cursos e corretoras de ações comentando sobre filmes. O objetivo é, sobretudo, buscar informações sobre como aplicar e o que fazer para ter resultados rápidos sobre os investimentos.

Porém, ele ressalta que para se ter uma melhor relação com o dinheiro não existe fórmula mágica: “O sucesso está relacionado à disciplina. Deve-se fazer de forma permanente”.

O diretor da CS Consultoria e professor da Universidade de Fortaleza (Unifor), Marcelo Ferreira Peixoto, frisa que é importante lembrar que muitos filmes, por serem americanos, refletem a realidade e a cultura do sistema financeiro daquele País. No Brasil, por exemplo, não é muito comum pessoas físicas investirem em ações de alto risco. Mas há lições a serem extraídas.

 

Saiba mais

Para quem quer entender mais sobre o bitcoin, a moeda 100% digital, que está revolucionando o sistema financeiro e atraido atenção de investidores do mundo inteiro, uma dica é o documentário “Banking on Bitcoin”, disponibilizado desde agosto na plataforma.

 

Com várias entrevistas de especialistas, o documentário retrata a origem, o presente e o futuro da controversa moeda.Também conhecida como a “moeda da internet”, o bitcoin tem um funcionamento complexo no qual os usuários são os próprios “responsáveis” pela regulação do dinheiro eletrônico.

E, diferente da moeda comum, não há a obrigação de aceitá-la como forma de pagamento ou quitação de dívidas. Mas cada vez mais países tem investido nesta tecnologia..

Por ser baseado na oferta e procura, tem grande volatilidade. Ontem, um bitcoin estava cotado a R$ 14.498,46.

 

Carregar outros posts relacionados

Check Also

Venda de veículos novos cai 8% em setembro ante agosto

De acordo com a Fenabrave, na comparação com setembro do ano passado, contudo, houve alta …